Blog

Atividade física: como ela persistiu através dos tempos

Da Idade da Pedra à Grécia Antiga. Da Revolução Industrial aos tempos modernos. Não importa a época: os exercícios físicos sempre estiveram presentes no cotidiano dos seres humanos.

Por se tratar de algo fundamental para nossa saúde, nós aprimoramos e desenvolvemos técnicas cada vez mais eficazes. Com isso, conseguimos constantemente melhorar e manter a integridade do nosso templo mais “básico”: o nosso corpo.

FORÇA, VELOCIDADE E RESISTÊNCIA

Tudo para sobreviver. O homem, no princípio da humanidade, dependia diretamente do seu físico. Em tempos de um nomadismo constante (nada de “lar, doce lar”), era fundamental conseguir caminhar muito, correr, nadar e até mesmo lutar, seja contra a natureza ou em disputas contra outros homens.

Avançando para a Grécia Antiga (menos de mil anos antes de Cristo), o surgimento dos primeiros Jogos Olímpicos levou a atividade física para um novo patamar (principalmente o atletismo). Quando o assunto é competição, o ser humano se vê compelido a desenvolver treinamentos e rotinas para chegar ao melhor resultado possível.

 

As modalidades das primeiras competições olímpicas eram basicamente as seguintes:

  • Corridas pedestres (com ou sem equipamentos militares)
  • Corridas equestres (carruagens com dois cavalos — bigas — ou quatro cavalos — quadrigas)
  • Luta, pugilato e pancrácio (os lutadores se untavam com azeite antes dos embates)
  • Pentatlo (lançamento de um disco de pedra, ferro ou bronze de quase dez quilos)

Nessa época, os atletas geralmente vinham de classes sociais mais favorecidas e já praticavam esportes desde cedo. Os vencedores das competições eram homenageados de diversas formas pelos patriarcas e ganhavam até mesmo estátuas erguidas de maneira pomposa.

A CONSCIENTIZAÇÃO DO PREPARO FÍSICO

Na Idade Média, a fama do atletismo deu lugar ao treinamento físico aos aspirantes a cavaleiros medievais (pois, para se tornar um cavaleiro, era preciso antes passar pelas categorias de pajem e escudeiro). O foco dos treinamentos era em habilidades como equitação, esgrima, tiro, combate corpo a corpo e natação.

Para ser um cavaleiro, era necessário ter uma tremenda educação física. Isso era fundamental até mesmo para ser capaz de carregar uma espada, colocar um capacete, usar uma malha de ferro… E ainda lutar equipando tudo isso!

 

Em todas essas diferentes épocas, o ser humano foi dando cada vez mais importância aos exercícios físicos. A educação física acabou se transformando em um elemento básico da nossa cultura; tanto que, na Idade Moderna, vários estudiosos e entusiastas começaram a sistematizar melhor a ginástica para explorar ainda mais as diferentes formas de atividades físicas.

Jogos populares, danças folclóricas e o atletismo foram sendo cada vez mais disseminados entre todos, sem distinção de classe, raça ou gênero. Algumas pessoas inclusive consideram muitos esportes e determinados exercícios como uma forma de “moda”.

Hoje em dia, seja praticando boxe, yoga, zumba, pilates ou embarcando em uma simples caminhada, o importante é saber isto: qualquer atividade física é válida para melhorar nossa saúde e combater o sedentarismo.

Vamos nos mexer? 😉

Fontes: Catarina PlácidoSidney Santos.

Gostou? Compartilhe

Depoimentos

De quem já confiou em nós

Agende sua consulta

Com profissionais qualificados

*Após agendamento, você será avisado por e-mail sobre
a confirmação da data e horário escolhido.

Top